6 de agosto de 2011

Com gol no fim, Fla derrota Coritiba e dorme na liderança do Brasileiro

Ronaldinho Flamengo x Coritiba (Foto: Alexandre Loureiro / VIPCOMM)
Com um gol aos 44 minutos do segundo tempo, o Flamengo venceu o Coritiba por 1 a 0 neste sábado, no Engenhão, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Jael foi o herói rubro-negro e deixou todo o grupo aliviado porque a equipe carioca pressionou todo o tempo. Com a vitória, o time dorme na liderança da competição. No domingo, o Corinthians, segundo colocado, visita o Atlético-PR. Já a equipe paranaense, não conseguiu sair de uma posição intermediária na tabela.

Na próxima rodada, o Flamengo visita o Figueirense, domingo, às 16h, no Orlando Scarpelli. Já o Coritiba, recebe o Atlético-MG, no mesmo dia e horário, no Couto Pereira.

A partida começou muito equilibrada. O Flamengo demonstrou melhor toque de bola por conta de sua melhor qualidade técnica, mas tinha dificuldade em furar o bloqueio imposto pelo esforçado Coritiba. Os paranaenses tinham mais bola de posse e chegaram a equilibrar as ações. Os erros de passe duas equipes, por outro lado, impediam uma jogada mais clara de gol.

Aos poucos, o Flamengo começou a ter dificuldade para sair jogando e o Coritiba aproveitou para pressionar a equipe da casa. A individualidade dos rubro-negros chegou a atrapalhar em alguns momentos.

Nos dez minutos finais, o Flamengo conseguiu equilibrar a posse de bola, mas não apresentou nenhuma jogada perigosa. Com exceção de uma falta bem cobrada por Renato, que também teve uma boa chance no início do jogo, o rubro-negro não assustou Edson Bastos. Assim, o primeiro tempo acabou mesmo 0 a 0.

O Flamengo iniciou o segundo tempo com Botinelli no lugar de Luiz Philipe. A alteração foi feita para a equipe tentar melhorar o toque de bola e ter mais um jogador como opção ofensiva no meio-campo. A modificação acabou surtindo efeito porque o time da casa começou a pressionar logo na marca dos dez minutos, quando Deivid perdeu um gol incrível na pequena área. O bom lance mexeu com a torcida rubro-negra que passou a empurrar ainda mais a equipe.

Como os principais jogadores do meio-campo paranaense aparentavam cansaço, os contra-ataques não saíam e o Flamengo seguia pressionando. Aos 24, a equipe da casa reclamou de um pênalti após a bola bater claramente no braço de Tcheco após cruzamento de Leonardo Moura. Jael entrou no lugar de Deivid e logo em seu primeiro lance ficou próximo de marcar ao acertar a trave de Edson Bastos. Quando se pensava que o jogo terminaria empatado, Jael marcou de cabeça, aos 44 minutos, após cruzamento de Ronaldinho Gaúcho.

0 comentários:

Chrome Pointer