7 de agosto de 2011

Cícero decide com direito a golaço e São Paulo vence algoz Avaí fora

O São Paulo sofreu, mas contou com a estrela de Cícero para vencer o Avaí fora de casa, neste domingo, por 2 a 1. Com dois gols do meio-campista, um deles um golaço, o time tricolor arrancou os três pontos de seu algoz na Copa do Brasil, a despeito de não ter jogado bem.

O resultado faz o São Paulo colar nos líderes do Campeonato Brasileiro. A equipe do Morumbi agora tem 31 pontos, contra 32 do Corinthians e 33 do Flamengo. Já o Avaí segue com 13, na zona do rebaixamento para a Série B .

Ameaçado pelo descenso, o time de Santa Catarina vinha de dois resultados positivos – havia vencido Corinthians e Ceará nas últimas rodadas. Além disso, o Avaí contava com o retrospecto no confronto a favor. Foi na mesma Ressacada, em maio, que o São Paulo caiu na Copa do Brasil, dando início à crise que culminou na saída de Paulo César Carpegiani.

O São Paulo, ainda assim favorito, se deu ao luxo de poupar Rivaldo depois de seis jogos como titular e promoveu a estreia de João Filipe, contratado do Botafogo às pressas devido à escassez de zagueiros. Só que em campo, o time parecia não ser o mesmo que fez 3 a 0 no Bahia na última quinta com relativa facilidade.

Dono da posse de bola na maior parte do tempo, a equipe tricolor manteve o domínio estéril e esbarrou em uma atuação apagada de suas principais estrelas, especialmente de Lucas. O jovem passou a maior parte do tempo isolado no ataque, já que Dagoberto recuava para ajudar Cícero e Carlinhos Paraíba na armação.

Curiosamente, os comandados de Adilson Batista só acordaram quando o Avaí abriu o placar. Aos 15 minutos do segundo tempo, William recebeu na área e bateu meio sem jeito para fazer 1 a 0.

Acuado com a possibilidade de tropeçar pela terceira vez em cinco jogos com Adilson, o São Paulo foi impetuoso no ataque. Após uma cobrança de escanteio, Cícero antecipou o zagueiro e escorou de cabeça para empatar. Minutos depois, recebeu belo passe de Dagoberto e, de frente para o goleiro, teve calma para tocar com categoria por cima de Felipe.

A vitória não traduz exatamente uma evolução são-paulina. Tanto que nem mesmo a virada tranquilizou completamente a torcida do São Paulo na Ressacada.

Depois de ver o time fazer 2 a 1, Rogério Ceni teve tempo para assustar a torcida com um passe forçado na entrada da área, não aproveitado pelo ataque do Avaí, que ensaiou uma pressão. Na frente, a entrada de Fernandinho na vaga de Dagoberto não mudou o padrão de jogo de um São Paulo que, mais uma vez, dependeu de jogadas individuais para conseguir o resultado. Desta vez, a fragilidade do Avaí ajudou a equipe do Morumbi.

FONTE: UOL

0 comentários:

Chrome Pointer